Sistema de Desinfecção em Poços Artesianos

Sistema de Desinfecção em Poços Artesianos – ETA’s de Captação Subterrânea

A quantidade de ETA’s hoje que possuem suas captações por água subterrânea é considerável. Existem ETA’s que mudaram sua capitação de superficial para apenas subterrânea através de seus poços. É uma água que sai praticamente filtrada por seu estado de confinamento sem o contato com a superfície garantindo sua qualidade.  As ETA’s que captam por água subterrânea apenas fazem a dosagem de cloro para desinfecção e flúor (muito pouco, ou quando há necessidade) para atender portaria. E por ser uma água que possui flúor natural que é aplicado o flúor somente como complemento para atender os limites que a portaria. Normalmente essas ETA’s possuem uma central que armazena a água para distribuição e diversas pequenas unidades que possuem os poços artesianos espalhados pela cidade. Dessas unidades, algumas podem realizar dosagem de cloro já na capitação do poço. O maior trabalho dessas ETA’s está na operação química que visita unidade por unidade todos os dias coletando as amostras de água e analisando no laboratório (principalmente as amostras com dosagem na capitação) que fica na ETA central. Normalmente essas visitas são realizadas uma vez por dia em cada unidade por conta do tempo que leva como um todo.

A pergunta é: E se for detectado no laboratório que a dosagem está menor ou excessiva de cloro, por exemplo? Quanto tempo leva entre a amostra ser analisada, a operação identificar o problema, a operação se deslocar para o local, encontrar o problema e resolver? O quanto de água com cloro em excesso ou em falta já foi enviado?

Conversando com diversos químicos que operam esse tipo de ETA, todos disseram que o objetivo principal é a implantação de dosagem já na capitação de todas as unidades de forma automática garantindo segurança na desinfecção e atendimento aos parâmetros exigidos. A Nivetec possui a solução para sistemas de desinfecção em poços artesianos compostos por Analisador de Cloro colorimétrico S4001 CL2 (alta precisão) somado á bomba dosadora modelo TeknaEVO TPG digital com entrada 4-20mA para realizar o controle de dosagem automaticamente.

 

NIVETEC – S4001 CL2 – ANALISADOR DE CLORO COLORIMETRIC

  • Emprega detecção monocromática ou largura espectral
  • Calibração por comparação
  • Leitura “zero” antes de cada tomada de medição
  • Leituras em ambientes desfavoráveis: amostra quente, salina ou colorida
  • Possui eletrodo termal que condiciona a temperatura da amostra e monitora trazendo

 confiabilidade de leitura.

  • CHAVE DE FLUXO – na falta de amostra, o analisador cessa o funcionamento,
  • economizando reagentes (reinicio automático quando amostra volta a circular).
  • CHAVE DE NÍVEL – indica 20% nível de reagentes
  • MEDIÇÕES: cloro livre, total, ou ambos simultaneamente.
  • Possibilidade de inserir eletrodo de ORP e pH para monitoramento online
  • Possui saída Serial RS485 e data Logger integrado.

 

Bomba Dosadora TeknaEVO TPG Digital

Bomba digital com vazão constante ajustável manualmente ou automaticamente mediante o recebimento de um sinal de 4-20mA ou pulsos(contato seco) de um hidrômetro emissor de pulsos.

Funções adicionais

  • Calibragem da vazão de dosagem automática.
  • Calibragem de dosagem em PPM
  • Controle on/off remoto.
  • Função estatística.

 

 

 

Consulte a nossa equipe técnica: 
Tel.: (11) 2627-6600 – vendas@nivetec.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *